Você está em Diversos > Artigos e reportagens

Mensagem de texto afeta a capacidade de interpretação, segundo estudo

Tem o hábito de se comunicar por mensagem de texto? Cuidado. Nova pesquisa aponta que esse tipo de conversa pode interferir na sua capacidade de interpretação das palavras

É cada vez mais comum que as pessoas se comuniquem sem a necessidade da conversa, seja por meio dos chats em redes sociais ou das mensagens de texto. No entanto, estudo realizado com o objetivo de entender os efeitos dessas mensagens na linguagem aponta que manter esse tipo de comunicação afeta de maneira negativa a habilidade das pessoas de interpretar e aceitar palavras.

O estudo, conduzido por Joan Lee para sua tese de mestrado em linguística, revelou que as pessoas que enviam mais mensagens de texto são menos suscetíveis a novas palavras. Contudo, aqueles que leem mais informações por meio da mídia impressa tradicional, como jornais, livros e revistas, estavam mais abertos às mesmas palavras.

A pesquisa questionou estudantes universitários sobre seus hábitos de leitura, incluindo as mensagens de texto, e apresentou a eles uma gama de palavras reais ou fictícias.

De acordo com a autora do estudo, as pessoas que aceitaram mais palavras o fizeram porque eram capazes de interpretar seus significados. Já os alunos acostumados a se comunicar por mensagem de texto rejeitaram essas palavras, ao invés de reconhecê-las como possíveis.

Lee sugere que ler a mídia tradicional impressa expõe as pessoas à variedade e criatividade na língua, o que não pode ser encontrado nos diálogos escritos digitalmente que são, em grande parte, coloquiais e cheios de gírias. Segundo ela, ler encoraja a flexibilidade na linguagem, bem como a tolerância a palavras desconhecidas. Isso ajuda a desenvolver habilidades que permitem aos leitores interpretar palavras novas ou não usuais.

06/02/2013

Fonte: Universia Brasil