Material de Apoio

 Sobre a Gramática
 Morfologia
 Sintaxe
 Fonologia
 Semântica
 Estilística
 Redação

Pratique

 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Provas On-line

Ajuda

 Laifis de Português
 Área dos Professores
 Comunidade
 Fórum
 Dicas de Português
 Dúvidas Frequentes
 Qual é o Gênero?
 Conjugador de Verbos

Entretenimento

 Jogos
 Maltratando a Língua
 Fala Popular
 Expr. Redundantes
 Pérolas Gramaticais
 Qual é a Expressão?
 Trava-Línguas
 Humor na Língua

Diversos

 Portuguesinho
 Português na História
 Português no Mundo
 Formação da Líng. Port.
 Curiosidades
 Estrangeirismos
 Neologismos e Gírias
 Abreviaturas e Siglas
 Expressões Idiomáticas
 Origem das Expressões
 Reforma Ortográfica
 Glossário
 Notícias
 Artigos e Reportagens
 Indicação de Livros
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

Substantivos de Gênero Incerto

Existem numerosos substantivos de gênero incerto e flutuante, sendo usados com a mesma significação, ora como masculinos, ora como femininos.

a abusãoerro comum, superstição, crendice
a aluviãosedimentos deixados pelas águas, inundação, grande numero
a cólera ou cólera-morbodoença infecciosa
a personagempessoa importante, pessoa que figura numa história
a tramaintriga, conluio, maquinação, cilada
a xerox (ou xérox)cópia xerográfica, xerocópia
o ágaperefeição que os cristãos faziam em comum, banquete de confraternização
o caudaltorrente, rio
o diabetes ou diabetedoença
o jângalfloresta própria da Índia
o lhamamamífero ruminante da família dos camelídeos
o ordenançasoldado às ordens de um oficial
o praçasoldado raso
o preápequeno roedor

Note que:

1. A palavra personagem é usada indistintamente nos dois gêneros.

a) Entre os escritores modernos nota-se acentuada preferência pelo masculino:

Por exemplo: O menino descobriu nas nuvens os personagens dos contos de carochinha.

b) Com referência a mulher, deve-se preferir o feminino:

O problema está nas mulheres de mais idade, que não aceitam a personagem.

Não cheguei assim, nem era minha intenção, a criar uma personagem.

2. Ordenança, praça (soldado) e sentinela (soldado, atalaia) são sentidos e usados na língua atual, como masculinos, por se referirem, ordinariamente, a homens.

3. Diz-se: o (ou a) manequim Marcela, o (ou a) modelo fotográfico Ana Belmonte.

Observe o gênero dos substantivos seguintes:
Masculinos Femininos
o tapa
o eclipse
o lança-perfume
o dó (pena)
o sanduíche
o clarinete
o champanha
o sósia
o maracajá
o clã
o hosana
o herpes
o pijama
o suéter
o soprano
o proclama
o pernoite
o púbis
  a dinamite
a áspide
a derme
a hélice
a alcíone
a filoxera
a clâmide
a omoplata
a cataplasma
a pane
a mascote
a gênese
a entorse
a libido
a cal
a faringe
a cólera (doença)
a ubá (canoa)
 
São geralmente masculinos os substantivos
de origem grega terminados  em -ma:
o grama (peso)
o quilograma
o plasma
o apostema
o diagrama
o epigrama
o telefonema
o estratagema
o dilema
o teorema
o apotegma
o trema
o eczema
o edema
o magma
o anátema
o estigma
o axioma
o tracoma
o hematoma
 
Exceções: a cataplasma, a celeuma, a fleuma, etc.
 
Gênero dos Nomes de Cidades:
Salvo raras exceções, nomes de cidades são femininos.
Por exemplo:
A histórica Ouro Preto.
A dinâmica São Paulo.
A acolhedora Porto Alegre.
Uma Londres imensa e triste.
Exceções: o Rio de Janeiro, o Cairo, o Porto, o Havre.

Gênero e Significação:

Muitos substantivos têm uma significação no masculino e outra no feminino. Observe:
o baliza (soldado que, que à frente da tropa, indica os movimentos que se deve realizar em conjunto; o que vai à frente de um bloco carnavalesco, manejando um bastão)   a baliza (marco, estaca; sinal que marca um limite ou proibição de trânsito)
o cabeça (chefe)   a cabeça (parte do corpo)
o cisma (separação religiosa, dissidência)   a cisma (ato de cismar, desconfiança)
o cinza (a cor cinzenta)   a cinza (resíduos de combustão)
o capital (dinheiro)   a capital (cidade)
o coma (perda dos sentidos)   a coma (cabeleira)
o coral (pólipo, a cor vermelha, canto em coro)   a coral (cobra venenosa)
o crisma (óleo sagrado, usado na administração da crisma e de outros sacramentos)   a crisma (sacramento da confirmação)
o cura (pároco)   a cura (ato de curar)
o estepe (pneu sobressalente)   a estepe (vasta planície de vegetação)
o guia (pessoa que guia outras)   a guia (documento, pena grande das asas das aves)
o grama (unidade de peso)   a grama (relva)
o caixa (funcionário da caixa)   a caixa (recipiente, setor de pagamentos)
o lente (professor)
  a lente (vidro de aumento)
o moral (ânimo)

  a moral (honestidade, bons costumes, ética)
o nascente (lado onde nasce o Sol)
  a nascente (a fonte)
o maria-fumaça (trem como locomotiva a vapor)   a maria-fumaça (locomotiva movida a vapor)
o pala (poncho)   a pala (parte anterior do boné ou quepe, anteparo)
o rádio (aparelho receptor)   a rádio (estação emissora)
o voga (remador)   a voga (moda, popularidade)

Anterior  Índice Próximo

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

 

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato de Usuário | Anuncie | Fale conosco
Copyright © 2007-2014 Só Português. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.