Você está em Ajuda > Dúvidas Frequentes

"Autoajuda" ou "auto-ajuda"?

Após a reforma ortográfica, o hífen deixou de ser empregado quando o prefixo terminar em vogal diferente da vogal que iniciar o segundo elemento. Logo, o correto é autoajuda, sem hífen. Exemplos:

- Aquele autor escreveu vários livros de autoajuda.

- A autoajuda é mais do que um gênero literário: é uma indústria inteira, um mercado que vale bilhões de dólares.

O falso prefixo "auto" somente é separado do segundo elemento por hífen nos casos em que este inicia por "o" ou "h". Caso o segundo elemento inicie com a consoante "s" ou "r", é necessário dobrá-la, sem usar hífen.

Exemplos com hífen:
auto-observação
auto-oxidante
auto-hipnose

Exemplos sem hífen (dobrando as consoantes "r" ou "s")
autorregeneração
autosserviço
autossuficiente
autossuficiente

Demais casos, sempre sem hífen:
autoajuda
autoanálise
autobiografia
autodisciplina
autoescola
autoestima

Outras dúvidas

"Porta-livros" ou "porta livros"?

"Extra" e o hífen

"Mal-educado", "mal educado", "mau-educado" ou "mau educado"?

"Arquirrival" ou "arqui-rival"?

<< Voltar para seção "Dúvidas frequentes"

Como referenciar: ""Autoajuda" ou "auto-ajuda"?" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2020. Consultado em 26/01/2020 às 14:29. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/FAQresposta.php?id=147

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

O SONHO DE SER CANTOR

SOFRENDO COM A LÍNGUA PORTUGUESA