Você está em Diversos > Artigos e reportagens

Sobrenomes diferentes podem tornar jogadores da Copa alvo de piadinhas

Gringos virão sem saber que seus sobrenomes podem significar outra coisa em português

Mais de 600 atletas de 31 países virão ao Brasil para a disputa da Copa do Mundo, entre junho e julho deste ano. Muitos nem fazem ideia, mas possuem sobrenomes cuja grafia ou sonoridade podem ter outro significado em português, gerando uma série de piadinhas de graça nem sempre garantida. Confira:

Felipe Caicedo (Equador)
Ahmed Musa (Nigéria)
Shinji Kagawa (Japão)
Fábio Coentrão (Portugal)
Claudio Bravo (Chile)
Eden Hazard (Bélgica)
Fernando Gago (Argentina)
Souleymane Bamba (Costa do Marfim)
Ignazio Abate (Itália)
Oribe Peralta (México)
Arnold Peralta (Honduras)
Juan Carlos Paredes (Equador)
Juan Cuadrado (Colômbia)
Mamadou Sakho (França)
Yuya Osako (Japão)
Moussa Sissoko (França)
Aleksandr Kokorin (Rússia)
Andrés Guardado (México)
Arthur Boka (Costa do Marfim)
Diego Calvo (Costa Rica)
Domagoj Vida (Croácia)
Héctor Moreno (México)
Godfrey Oboabona (Nigéria)

10/04/2014

Fonte: Adaptado de: esportes.r7.com