Você está em Fonologia > Ortografia ▼

Emprego das Letras S e Z

Emprega-se o S:

1) Nas palavras derivadas de outras que já apresentam s no radical

Exemplos:

análise- analisar
catálise- catalisador
casa- casinha, casebre
liso- alisar

2) Nos sufixos -ês e -esa, ao indicarem nacionalidade, título ou origem

Exemplos:

    burguês- burguesainglês- inglesa
    chinês- chinesamilanês- milanesa

3) Nos sufixos formadores de adjetivos -ense, -oso e -osa

Exemplos:

    catarinensegostoso- gostosaamoroso- amorosa
    palmeirensegasoso- gasosateimoso- teimosa

4) Nos sufixos gregos -ese, -isa, -ose

Exemplos:

    catequese, diocese, poetisa, profetisa, sacerdotisa, glicose, metamorfose, virose    

5) Após ditongos

Exemplos:

    coisa, pouso, lousa, náusea

6) Nas formas dos verbos pôr e querer, bem como em seus derivados

Exemplos:

    pus, pôs, pusemos, puseram, pusera, pusesse, puséssemos

    quis, quisemos, quiseram, quiser, quisera, quiséssemos

    repus, repusera, repusesse, repuséssemos

7) Nos seguintes nomes próprios personativos:

    Baltasar, Heloísa, Inês, Isabel, Luís, Luísa, Resende, Sousa, Teresa, Teresinha, Tomás8) Nos seguintes vocábulos:
    abuso, asilo, através, aviso, besouro, brasa, cortesia, decisão,despesa, empresa, freguesia, fusível, maisena, mesada, paisagem, paraíso, pêsames, presépio, presídio, querosene, raposa, surpresa, tesoura, usura, vaso, vigésimo, visita, etc.

Próximo: Emprego do Z
Como referenciar: "Ortografia" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 23/02/2018 às 07:26. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/fono/fono18.php