Você está em Diversos > Notícias

Cresce o número de candidatos ao Certificado de Língua Portuguesa

O número de candidatos inscritos para receber o Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) cresce a cada ano. Em 2003, foram 1.710 inscritos; em 2004, 1.807; e, em 2005, 1.856. A primeira edição do exame, em 1998, teve 127 candidatos. A análise de competência em português é destinada a alunos e profissionais estrangeiros que desejam estudar ou trabalhar em algumas áreas no Brasil.

Único certificado brasileiro de proficiência em língua portuguesa reconhecido oficialmente, o Celpe-Bras é aplicado por 18 universidades brasileiras e por 28 países. De acordo com a chefe da Divisão de Assuntos Internacionais da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), Ana Lúcia Pedrosa, a prova é importante porque divulga a cultura e a língua utilizada no Brasil. "O Celpe-Bras acaba com os mitos de pessoas que não conhecem o país", explica.

O teste, desenvolvido pelo MEC, é único para todos os inscritos e aplicado na mesma data em todos os locais. O candidato é avaliado pela capacidade de uso da língua e não necessariamente pelo conhecimento da gramática. São quatro os níveis de certificação: intermediário, intermediário superior, avançado e avançado superior. A avaliação é dividida em dois módulos: a parte coletiva, que consiste em compreensão oral e produção de texto; e a parte individual, oral, onde dois avaliadores conversam com o candidato sobre suas atividades e interesses.

Especialistas

O Celpe-Bras possui uma comissão formada por professores especialistas na área de português para estrangeiros, que formula as provas, faz o treinamento dos professores nas universidades brasileiras e no exterior, além da avaliação. Para a presidente da Comissão Técnica do Celpe-Bras, Margarete Schlatter, o exame também tem impacto no ensino e na formação de professores que ministram aulas de português para estrangeiros em todo o mundo.

18/05/2005

Fonte: Ministério da Educação