Orações Reduzidas

Observe as frases abaixo:

Ao terminar a prova, todo candidato deve aguardar.

Ouvimos uma criança chorando na praça.

Comprada a casa, a família mudou-se.

Veja que as orações em destaque não são introduzidas por conjunção. Além disso, os verbos estão em suas formas nominais (infinitivo, gerúndio e particípio). As orações que apresentam essa forma recebem o nome de Orações Reduzidas.

Para reconhecer mais facilmente o tipo de oração que está sob a forma reduzida, podemos desenvolvê-la da seguinte maneira:

1) Substitui-se a forma nominal do verbo por um tempo do indicativo ou do subjuntivo;

2) Inicia-se a oração com um conectivo adequado (conjunção ou pronome relativo), de modo que apenas a forma da frase seja alterada, e não o seu sentido.

Observe agora como seria o desenvolvimento das orações já vistas:

Ao terminar a prova, todo candidato deve aguardar.

Forma Desenvolvida: quando terminar a prova, todo candidato deve aguardar.

Análise da Oração: oração subordinada adverbial temporal reduzida de infinitivo.

Ouvimos uma criança chorando na praça.

Forma Desenvolvida: ouvimos uma criança que chorava na praça.

Análise da Oração: oração subordinada adjetiva restritiva reduzida de gerúndio.

Comprada a casa, a família mudou-se.

Forma Desenvolvida: Assim que comprou a casa, a família mudou-se.

Análise da Oração: oração subordinada adverbial temporal reduzida de particípio.

Obs.: dependendo do contexto, as orações reduzidas podem permitir mais de um tipo de desenvolvimento.

Orações Reduzidas Fixas

Esteja atento às orações reduzidas fixas, pois não são passíveis de desdobramento.

Exemplos:

Tenho muita vontade de comprar este vestido.
Este homem enriqueceu vendendo pastéis.

Como referenciar: "Orações Reduzidas" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 18/02/2018 às 03:56. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint45.php