O Verbo "Ser"

A concordância verbal se dá sempre entre o verbo e o sujeito da oração. No caso do verbo ser, essa concordância pode ocorrer também entre o verbo e o  predicativo do sujeito.

O verbo ser concordará com o predicativo do sujeito:

a) Quando o sujeito for representado pelos pronomes  - isto, isso, aquilo, tudo, o - e o predicativo estiver no plural.

Exemplos:

Isso são lembranças inesquecíveis.
Aquilo eram problemas gravíssimos.
O que eu admiro em você são os seus cabelos compridos.

b) Quando o sujeito estiver no singular e se referir a coisas, e o predicativo for um substantivo no plural.

Exemplos:

Nosso piquenique   foram      só     guloseimas.
       Sujeito       Predicativo do Sujeito
                   
Sua rotina     eram    só      alegrias.
Sujeito         Predicativo do Sujeito

Se o sujeito indicar pessoa, o verbo concorda com esse sujeito. Por exemplo:

Gustavo era só decepções.
Minhas alegrias é esta criança.

Obs.: admite-se a concordância no singular quando se deseja fazer prevalecer um elemento sobre o outro. Por exemplo:

A vida é ilusões.

c) Quando o sujeito for pronome interrogativo que ou quem. Por exemplo:

Que são esses papéis?
Quem são aquelas crianças?

Próximo: O Verbo SER II
Como referenciar: "Concordância verbal, o verbo SER" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 18/02/2018 às 03:57. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint56.php