Você está em Sintaxe > Emprego da crase ▼

Casos em que a crase sempre ocorre

- Diante de palavras femininas:

Amanhã iremos à festa de aniversário de minha colega.
Sempre vamos à praia no verão.
Ela disse à irmã o que havia escutado pelos corredores.
Sou grata à população.
Fumar é prejudicial à saúde.
Este aparelho é posterior à invenção do telefone.

- Diante da palavra "moda", com o sentido de "à moda de" (mesmo que a expressão moda de fique subentendida):

O jogador fez um gol à (moda de) Pelé.
Usava sapatos à (moda de) Luís XV.
O menino resolveu vestir-se à (moda de) Fidel Castro.

- Na indicação de horas:

Acordei às sete horas da manhã.
Elas chegaram às dez horas.
Foram dormir à meia-noite.
Ele saiu às duas horas.

Obs.: com a preposição "até", a crase será facultativa. Por exemplo:

Dormiram até as/às 14 horas.

- Em locuções adverbiais, prepositivas e conjuntivas de que participam palavras femininas. Por exemplo:

à tardeàs ocultasàs pressasà medida que
à noiteàs clarasàs escondidasà força
à vontadeà beçaà largaà escuta
às avessasà reveliaà exceção deà imitação de
à esquerdaàs turrasàs vezesà chave
à direitaà procuraà derivaà toa
à luzà sombra deà frente deà proporção que
à semelhança deàs ordensà beira de

Como referenciar: "Casos em que a crase sempre ocorre" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 12/12/2018 às 14:42. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint78.php