Você está em Ajuda > Dúvidas Frequentes

"Ganho" ou "ganhado"? Quando usar cada um?

Sabemos que o verbo ganhar possui duas formas corretas no particípio, que são:

ganhado - particípio regular
ganho - particípio irregular

Ou seja, ganhar é um verbo abundante, permitindo o uso das duas formas, embora atualmente exista a preferência por uma delas, como veremos a seguir.

Gramaticalmente, a forma ganhado é usada com os verbos auxiliares ter ou haver, na voz ativa. Exemplos:

- Eu pensei que o Palmeiras já tinha ganhado o campeonato.

- Aquele professor já havia ganhado dois prêmios.

- Aqueles cantores têm ganhado muito dinheiro.

- O aluno havia ganhado três medalhas na Olimpíada de Matemática.

Já a forma ganho é normalmente utilizada com os verbos auxiliares ser ou estar, na voz passiva. Exemplos:

- O campeonato deste ano já está ganho.

- Este prêmio foi ganho com muito trabalho.

- O caso foi ganho por unanimidade dos votos.

- Nada está ganho, a eleição será decidida no segundo turno.

A preferência pela forma "ganho" pela força do uso

Embora existam as regras gramaticais explicadas acima, atualmente há forte preferência pelo emprego da forma ganho com todos os auxiliares: tem ganho, foi ganho, havia ganho, estava ganho.

Assim, o uso da forma irregular nas diversas situações tem ocorrido com muita frequência, sendo considerado correto o uso da forma ganho com todos os verbos auxiliares. Exemplos:

- Achei que ele já tivesse ganho algum prêmio.

- Será que eu teria ganho aquele sorteio?

- Na última vez que Barcelona e Juventus jogaram, o confronto foi ganho pelos italianos.

Como o Acordo Ortográfico impactou o verbo ganhar

Por volta da década de 1990, os verbos ganhar, gastar e pagar eram considerados abundantes, pois tinham dois particípios:

ganhado, gastado e pagado (regular, usado na voz ativa)
ganho, gasto e pago (irregular, usado na voz passiva)

Ocorre que, aproximadamente na metade desta década, as principais gramáticas passaram a julgar esses verbos não abundantes, determinando a existência de um único particípio, o irregular. Logo, afirmavam que:

Os verbos ganhar, gastar e pagar possuem uma única forma no particípio: ganho, gasto e pago.

Até que, quando foi assinado o Acordo Ortográfico de 2009, a Academia Brasileira editou o Dicionário Escolar da Língua Portuguesa, extinguindo a não abundância destes verbos. Resumindo: o que foi considerado obsoleto há 20 anos voltou a ser o oficial.

Logo, os três verbos novamente apareceram como abundantes, sendo usadas as formas: ganhado, gastado e pagado para a voz ativa; ganho, gasto e pago para a voz passiva.

Outros usos da palavra "ganho"

Além de ser o particípio irregular do verbo ganhar, a palavra ganho pode ser a conjugação do verbo ganhar no presente do indicativo, na 1.ª pessoa do singular: eu ganho. Exemplo:

- Hoje eu ganho mais do que há alguns anos porque estou mais qualificado.

Dependendo do contexto, a palavra ganho também pode atuar na frase como adjetivo ou substantivo. Como adjetivo se refere a alguma coisa que se ganhou. Como substantivo se refere a uma vantagem, um proveito obtido. Exemplos:

- O presente ganho no aniversário foi maravilhoso. (adjetivo)

- Meu ganho na venda da casa foi bastante satisfatório. (substantivo)

Outras dúvidas

"Maxi" e o hífen

"Fragrante" ou "Flagrante"?

"Paralímpico", "paraolímpico" ou "para-olímpico"?

"Proto" e o hífen

<< Voltar para seção "Dúvidas frequentes"

Como referenciar: ""Ganho" ou "ganhado"? Quando usar cada um?" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2024. Consultado em 18/05/2024 às 00:46. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/FAQresposta.php?id=393

Curso on-line do Só Português

Coleção completa das videoaulas do Só Português para assistir on-line + exercícios em PDF sobre todos os assuntos, com respostas. Clique aqui para saber mais e adquirir.