Parte II - Técnicas de memorização

Apresentação

Muitas pessoas queixam-se de possuir uma memória fraca, capaz de dificultar o seu aprendizado. Na verdade, todos temos a capacidade de possuir uma boa memória, desde que treinemos para isso. Muitos relacionam a falta de habilidade de memorização com a distração.

Realmente, pessoas distraídas costumam não lembrar de muitas coisas que fizeram ou leram, mas isso não significa que tenham uma memória fraca. Você pode ser distraído e ter uma ótima memória para lembrar números de telefone, por exemplo. Um dos segredos de memorização é tentar associar os acontecimentos a imagens.

Assim, se você é daqueles estudantes que chega em casa, joga um caderno num canto, deita, dorme e depois pede a ajuda de Deus e do mundo para encontrar o caderno, preste muita atenção: Ao jogá-lo num canto, espere, veja o caderno cair, pular e finalmente permanecer estático no seu cantinho de queda. Dessa forma, com certeza você lembrará mais facilmente onde o deixou.

Ter atenção é requisito para memorizar. Quantas vezes você já deve ter admirado o seu professor de história ou de geografia, por lembrar de detalhes de nosso país? Uma memória bem treinada é motivo de louvor e admiração em qualquer situação. Agora, você deve se perguntar: também posso ter uma memória assim? Sim, você pode, desde que se esforce pra isso. Para ajudá-lo, vamos expor a seguir algumas técnicas. Apenas vamos ajudá-lo a iniciar este caminho, caberá a você desenvolver as habilidades. Por isso, treine, repita os exercícios e mentalize que você poderá assimilar qualquer técnica, desde que queira isso.

Décima Segunda Lição

Para realmente aprender e memorizar as informações contidas em um texto, é preciso total atenção e observação.

Explicação

A observação é um fator determinante para uma boa memória, bem como a atenção naquilo que está sendo observado. Veja um exemplo: Olhe para o seu relógio e verifique as horas. Fácil, não? Será que você lembra quantos segundos marcavam o ponteiro do relógio? Provavelmente você só olhou os minutos, ou seja, olhou mas não observou por inteiro a informação passada por seu relógio. Isso não é ser detalhista, capaz de obter o maior número de informações possíveis. É preciso observar, e não apenas olhar. Textos também devem ser observados, determinados trechos apresentam parágrafos maiores, onde comumente estão presentes exemplos e explicações mais detalhadas. Uma boa memória retentiva e bem treinada, com certeza sabe observar por vários ângulos de análise.

Exercício

Procure imagens, textos, ou mesmo fotos que você disponha e passe a observar os detalhes, como: paisagens, rostos, roupas, parágrafos maiores e menores, palavras destacadas etc. Quanto às fotos, procure relacionar os lugares em que foram tiradas ao dia, à ocasião e ao seu estado de espírito.

  Índice  

Como referenciar: "Técnicas de memorização" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 21/07/2019 às 03:43. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/dicas/cursoLeitura/cursoLeitura13.php