Você está em Morfologia > Preposição ▼
📄 Definição
📄 Classificação das preposições
📄 Locução prepositiva
📄 Principais relações estabelecidas pelas preposições

Classificação das Preposições

As palavras da língua portuguesa que atuam exclusivamente como preposição são chamadas preposições essenciais. São elas:

a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás

Observações:

1) A preposição após, acidentalmente, pode ser advérbio, com a significação de atrás, depois. Por exemplo:

Os noivos passaram, e os convidados os seguiram logo após.

2) Dês é o mesmo que desde e ocorre com pouca frequência em autores modernos. Por exemplo:

Dês que começaste a me visitar, sinto-me melhor.

3) Trás, modernamente, só se usa em locuções adverbiais e prepositivas: por trás, para trás, para trás de. Como preposição simples, aparece, por exemplo, no antigo ditado:

Trás mim virá quem bom me fará.

4) Para, na fala popular, apresenta a forma sincopada pra. Por exemplo:

Bianca, alcance aqueles livros pra mim.

5) Até pode ser palavra denotativa de inclusão. Por exemplo:

Os ladrões roubaram-lhe até a roupa do corpo.

Há palavras de outras classes gramaticais que, em determinadas situações, podem atuar como preposições. São, por isso, chamadas preposições acidentais:

como (= na qualidade de), conforme (= de acordo com), segundo (= conforme), consoante (= conforme), durante, salvo, fora, mediante, tirante, exceto, senão, visto (=por).

Saiba que:

As preposições essenciais regem sempre a forma oblíqua tônica dos pronomes pessoais. Por exemplo:

Não vá sem mim à escola.

As preposições acidentais, por sua vez, regem a forma reta desses mesmos pronomes. Por exemplo:

Todos, exceto eu, preferem sorvete de chocolate.

Como referenciar: "Classificação das Preposições" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 23/05/2018 às 05:52. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf81.php