📄 Colocação dos pronomes oblíquos átonos
📄 Próclise
📄 Mesóclise
📄 Ênclise
📄 Colocação dos pronomes oblíquos átonos nas locuções verbais

Colocação dos Pronomes Oblíquos Átonos nas Locuções Verbais

As locuções verbais podem ter o verbo principal no infinitivo, no gerúndio ou no particípio.

1) Verbo Principal no Infinitivo ou Gerúndio

a) Sem palavra que exija a próclise:

Geralmente, emprega-se o pronome após a locução. Por exemplo:

Quero ajudar-lhe ao máximo.

b) Com palavra que exija próclise:

O pronome pode ser colocado antes ou depois da locução. Exemplos:

Nunca me viram cantar. (antes)
Não pretendo falar-lhe sobre negócios. (depois)

Observações:

1) Quando houver preposição entre o verbo auxiliar e o infinitivo, a colocação do pronome será facultativa. Por exemplo:

Nosso filho há de encontrar-se na escolha profissional.
Nosso filho há de se encontrar na escolha profissional.

2) Com a preposição "a" e o pronome oblíquo "o" (e variações) o pronome deverá ser colocado depois do infinitivo. Por exemplo:

Voltei a cumprimentá-los pela vitória na partida.

2) Verbo Principal no Particípio

Estando o verbo principal no particípio, o pronome oblíquo átono não poderá vir depois dele. Por exemplo:

As crianças tinham-se perdido no passeio escolar.

a) Se não houver fator que justifique a próclise, o pronome  ficará depois do verbo auxiliar. Por exemplo:

Seu rendimento escolar tem-me surpreendido.

b) Se houver fator que justifique a próclise, o pronome ficará antes da locução. Por exemplo:

Não me haviam avisado da prova que teremos amanhã.

Obs.: na língua falada, é comum o uso da próclise em relação ao particípio. Veja:

Haviam me convencido com aquela história.
Não haviam me mostrado todos os cômodos da casa.

Próximo conteúdo: Emprego da crase
Como referenciar: "Colocação dos Pronomes Oblíquos Átonos nas Locuções Verbais" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 18/02/2018 às 03:57. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint75.php