Você está em Sintaxe > Subordinação ▼

Pronome Relativo CUJO (s), CUJA (s)

"Cujo" e sua flexões equivalem a "de que", "do qual" (ou suas flexões "da qual", "dos quais", "das quais"), "de quem".

Estabelecem normalmente relação de posse entre o antecedente e o termo que especificam, atuando na maior parte das vezes como adjunto adnominal e em algumas construções como complemento nominal. Veja:

a) Adjunto Adnominal:

Não consigo conviver com pessoas cujas aspirações sejam essencialmente materiais. (Não consigo conviver com pessoas / As aspirações dessas pessoas são essencialmente materiais).

b) Complemento Nominal:

O livro, cuja leitura agradou muito aos alunos, trata dos tristes anos da ditadura. (cuja leitura = a leitura do livro)

Atenção:

Não utilize artigo definido depois do pronome cujo. São erradas construções como:

"A mulher cuja a casa foi invadida..." ou "O garoto, cujo o tio é professor..."

Forma correta:  "cuja casa" ou "cujo tio".

Como referenciar: "Pronome Relativo CUJO (s), CUJA (s)" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 21/03/2019 às 01:11. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint38_2.php