Dois-pontos ( : )

O uso de dois-pontos marca uma sensível suspensão da voz numa frase não concluída. Emprega-se, geralmente:

- Para anunciar a fala de personagens nas histórias de ficção.

    Por Exemplo:

      "Ouvindo passos no corredor, abaixei a voz:
      – Podemos avisar sua tia, não?" (Graciliano Ramos)

- Para anunciar uma citação.

    Por Exemplo:

      Bem diz o ditado: Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
      Lembrando um poema de Vinícius de Moraes: "Tristeza não tem fim, Felicidade sim."

- Para anunciar uma enumeração.

    Por Exemplo:

      Os convidados da festa que já chegaram são: Júlia, Renata, Paulo e Marcos.

- Antes de orações apositivas.

    Por Exemplo:

      Só aceito com uma condição: irás ao cinema comigo.

- Para indicar um esclarecimento, resultado ou resumo do que se disse.

    Exemplos:

      Marcelo era assim mesmo: não tolerava ofensas.
      Resultado: corri muito, mas não alcancei o ladrão.
      Em resumo: montei um negócio e hoje estou rico.

    Obs.: os dois-pontos costumam ser usados na introdução de exemplos, notas ou observações. Veja:

      Parônimos são vocábulos diferentes na significação e parecidos na forma.
      Exemplos:

        ratificar/retificar, censo/senso, etc.

    Nota: a preposição "per", considerada arcaica, somente é usada na frase "de per si " (= cada um por sua vez, isoladamente).

    Observação: na linguagem coloquial pode-se aplicar o grau diminutivo a alguns advérbios: cedinho, melhorzinho, etc.

- Na invocação das correspondências.

    Por Exemplo:

      Prezados Senhores:
      Convidamos todos para a reunião deste mês, que será realizada dia 30 de julho, no auditório da empresa.
      Atenciosamente,
      A Direção

Como referenciar: "Sinais de pontuação" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 14/12/2019 às 21:24. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/fono/fono31_2.php