Aspas ( " " )

As aspas têm como função destacar uma parte do texto. São empregadas:

    - Antes e depois de citações ou transcrições textuais.

      Por Exemplo:

        Como disse Machado de Assis: "A melhor definição do amor não vale um beijo de moça namorada."

    - Para representar nomes de livros ou legendas.

      Por Exemplo:

        Camões escreveu "Os Lusíadas" no século XVI.

      Obs.: para realçar títulos de livros, revistas, jornais, filmes, etc. também podemos grifar as palavras, conforme o exemplo:

        Ontem assisti ao filme Central do Brasil.

    - Para assinalar estrangeirismos, neologismos, gírias, expressões populares, ironia.

      Exemplos:
        O "lobby" para que se mantenha a autorização de importação de pneus usados no Brasil está cada vez mais descarado.(Veja)

        Com a chegada da polícia, os três suspeitos "se mandaram" rapidamente.
        Que "maravilha": Felipe tirou zero na prova!

    - Para realçar uma palavra ou expressão.

      Exemplos:

        Mariana reagiu impulsivamente e lhe deu um "não".
        Quem foi o "inteligente" que fez isso?

      Obs.: em trechos que já estiverem entre aspas, se necessário usá-las novamente, empregam-se aspas simples.

        Por Exemplo: "Tinha-me lembrado da definição que José Dias dera deles, 'olhos de cigana oblíqua e dissimulada'. Eu não sabia o que era oblíqua, mas dissimulada sabia, e queria ver se podiam chamar assim. Capitu deixou-se fitar e examinar." (Machado de Assis)

Como referenciar: "Sinais de pontuação" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 13/11/2019 às 02:05. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/fono/fono34_2.php