Você está em Diversos > A Origem das Expressões

Onde a coruja dorme

A expressão "onde a coruja dorme" é bastante conhecida no meio do futebol. É usada para indicar quando a bola chutada entra em um dos ângulos retos superiores da trave do gol. Por exemplo:

Que golaço do Neymar! Ele colocou a bola onde a coruja dorme!

Ou seja, é um dos lugares mais difíceis para um goleiro defender uma bola. Este tipo de chute também é conhecido como "chute na gaveta" ou "chute no ângulo". Antigamente, alguns narradores também falavam "onde a coruja faz o ninho".


Coruja costuma ficar na divisa da trave com o travessão

Mas afinal, qual é a origem desta expressão? A história que circula entre os entusiastas de futebol é que, nos anos 70, em uma fria noite de garoa, o Palmeiras enfrentava um time de menor expressão. Como o time do Palmeiras era muito superior, os fotógrafos se posicionaram atrás do gol do adversário, esperando que o Palmeiras fizesse o gol.

Enquanto isso, o goleiro do Palmeiras, com pouco trabalho a fazer, se encostou em uma das traves e cruzou os braços para se proteger do frio. No canto superior oposto, pousou uma coruja. O conhecido fotógrafo Domício Pinheiro percebeu a coruja e foi até o outro lado do campo. Captou então, por trás do gol, a coruja no canto esquerdo do goleiro, lá em cima, no ângulo, encolhida pela chuva fina e fria, como se estivesse sintonizada com a monotonia que o goleiro enfrentava. Em seguida, espantou a coruja para que nenhum outro fotógrafo fizesse essa mesma foto, que posteriormente foi publicada e ilustrava bem o que foi o jogo.

A partir daí, quando um jogador acertava o ângulo, alguns locutores diziam "onde a coruja dorme". Afinal, os locutores de futebol também são artistas, parte do espetáculo e verdadeiros "jogadores de palavras", então acabaram adotando a expressão.


Fotos de corujas na baliza, tiradas por diversos fotógrafos

Mas, será que a coruja dorme lá mesmo?

Na realidade, o local "onde a coruja dorme" não é exatamente no ângulo onde a bola é chutada, até porque as corujas não dormem de cabeça para baixo. Para dizermos com exatidão, poderia ser "onde o morcego dorme", já que o morcego é quem costuma ficar de cabeça para baixo! Porém, nunca ninguém viu um morcego dormindo naquele local.

Agora, se estivéssemos falando do gol do futebol americano (os postes onde ocorre o field goal), aí a bola poderia entrar com exatidão no local onde a coruja dorme, visto que esses postes são virados para cima.


Coruja em um gol de futebol americano

De qualquer forma, mesmo que exista essa imprecisão, ela é mínima. Afinal, no futebol, a bola entra logo abaixo de onde a coruja dorme ou faz seu ninho.

Outras expressões

Como referenciar: "A Origem das Expressões" em Só Português. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 12/12/2018 às 14:54. Disponível na Internet em https://www.soportugues.com.br/secoes/proverbios/coruja.php